NEMUSAD

NEMUSAD

O NEMUSAD, Núcleo de Estudos das Mediações e Usos Sociais dos Saberes e Informações em Ambientes Digitais, integra os núcleos de estudos e pesquisas da Escola de Ciência da Informação da UFMG e reúne pesquisadores provenientes da Ciência da Informação, Comunicação, Computação, Ciências da Linguagem, Educação, assim como a Sociologia e a Filosofia, numa perspectiva transdisciplinar.

O Núcleo dedica-se ao estudo das mediações e dos usos sociais dos saberes e da informação compreendidos a partir do compartilhamento de um quadro teórico-metodológico comum e em associação com princípios teóricos desenvolvidos em distintos campos do saber social que sejam compatíveis aos estudos privilegiados nos eixos temáticos propostos. As pesquisas desenvolvidas pelo NEMUSAD tomam as teorias da significação como aporte teórico comum e buscam, através do aprimoramento das pesquisas sociais em contexto digitais, contribuir para o fortalecimento e a consolidação de um princípio teórico-metodológico para o campo da Ciência da Informação nos eixos teóricos privilegiados.

Eixos Gerais

  • Experimentação e geração de modelos computacionais – Com base em estudos empíricos específicos, da adoção de bases de testes coletivos e escudados em princípios teóricos comuns, busca-se nesse bloco transitar de modo contíguo entre a identificação do problema, a experimentação e a viabilidade tecnológica. Esse princípio busca prover com maior agilidade as soluções informacionais no campo.
  • Integração entre níveis acadêmicos e colaboração internacional – Nesse bloco, são viabilizados procedimentos dinâmicos de divulgação e colaboração científica nacional e internacional de modo que a produção das pesquisas possam ser mais rapidamente referendada pelos parceiros e colaboradores. Cooperação científica internacional. Interação solidária e cooperação informacional sul-sul.

Eixos específicos:

  • Mobilidade, sociabilidade e redes sociais:

O papel e a dinâmica da sociedade em rede (fixas, Internet, móveis) nos processos de apropriação social da informação e do conhecimento. Análise das interações sociais mediadas por redes de cooperação, produção e compartilhamento informacional. Dispositivos e práticas promotoras de trocas, mobilidade e nomadismo informacional (presença-ausente).. Diversidade cultural e lingüística em ambientes digitais.

  • Organização da informação em ambientes colaborativos:

A organização do conhecimento face aos novos usos e usuários da informação. Teorias e metodologias para a construção de instrumentos e linguagens de representação e de recuperação da informação. Desafios para a classificação dos saberes multi-inter-transdisciplinares face às transformações da ciência e da sociedade. Fluxos informacionais. Estatuto do documento no contexto digital.

  • Qualidade da informação e Indicadores informacionais:

Identificação, sistematização e consolidação de critérios e indicadores que contribuam, do ponto vista informacional, ao monitoramento das políticas públicas para a democratização e o acesso à informação. Abordagem social aplicada à qualidade da informação.

  • Cultura informacional (Information literacy):

Identificação, sistematização e consolidação de perfis e programas de formação que contribuam na consolidação de uma formação voltada à cultura informacional em contextos sociais e em ambientes digitais. Ambientes virtuais de aprendizagem (AVA). Abordagem informacional na formação do pesquisador. Identidade e percursos informacionais

Nemusad no CNPq